segunda-feira, 7 de julho de 2014

ANIS ESTRELADO


Em minha busca pela qualidade de vida, resolvi voltar a a ter meus prazeres pessoais e um deles é degustar deliciosos chás.

O Chá que escolhi para falar hoje é o de ANIS ESTRELADO, mas não os prontos que compramos em caixinhas e saquinhos no mercado, preparar o chá com o próprio anis é muito mais gostoso. Aqui é fácil encontrar para vender em casas de produtos naturais, farmácias e mercados.

O anis estrelado tem sua origem na China e Lord Cavendish foi o primeiro ocidental a conhecer a árvore, no século XIX. Essa árvore pode chegar até 18 metros de altura e produz pequenas flores amarelas e frutos em formato de estrelas.  Seu nome latino deriva do inglês allurement, que significa encantamento, fascinação. Essa belíssima planta tem uso milenar como condimento, medicamento e para algumas filosofias como planta mágica.

No Brasil ele não é muito empregado, talvez devido ter um preço um pouco alto. Também não é cultivado, sendo importado diretamente da Europa.

Na culinária pode ser utilizado conforme os orientais, para temperar carnes e frutos do mar, onde possui um aroma agradável. No Brasil é mais utilizado em chás, como infusão, e na medicina natural. Pode-se ferver leite com alguns frutos do anis e empregar este leite na produção de biscoitos, pães ou outros produtos. 

O consumo desta especiaria ajuda em casos de gripes, cólicas gastrites, enterites, gases, espasmos gastrintestinais, tosses, bronquites, possui efeito calmante e expectorante. 

O chá pode ser tomado tanto quente quanto gelado. Vale apreciar da forma que mais agradar...

Preparo do chá ou infusão: Uma colher de café de anis estrelado em uma xícara de água fervente. Coe antes do consumo. 

A dose recomendada por dia, nos sites que pesquisei, é de 2 a 3 xícaras.

Curiosidades:
Outros nomes para o anis estrelado: 
  • anis-da-China;
  • anis-do-Japão;
  • anis-da-Sibéria;
  • funcho-da-China (na Espanha);
  • anis estreliado;
  • anis estrella;
  • badiana e anis-estrelado (em Portugal);
  • anis de la Chine e badiane (na França);
  • star anise e chinese anis (na Inglaterra);

Fonte:
AS ERVAS AROMÁTICAS DE A - Z, RAUSCH, Andrea. Ed. Lisma

Nenhum comentário:

Postar um comentário